Central de Atendimento: (11) 99282-7768 | atendimento@smartgrow.com.br

Como obter o melhor rendimento na colheita?

A nutrição adequada em todos os estágios do cultivo é um fator importante para determinar o rendimento da colheita, mas não o único

O objetivo de todo cultivador é chegar ao fim do ciclo com uma colheita farta, com flores saudáveis e robustas. E são muitos os fatores que influenciam no resultado final, da escolha da genética à nutrição que a planta recebe ao longo do cultivo. Confira, a seguir, os principais pontos de atenção para obter o melhor rendimento na sua colheita.

Genética

A cepa escolhida é o primeiro fator que influencia no rendimento — há variedades que produzem mais ou menos tricomas, e mais: a mesma genética pode oferecer resultados diferentes de uma semente para outra e, por isso, a propagação por clones é indicada quando se pretende manter as características de determinada planta.

Por isso, a primeira dica é estudar as cepas mais adequadas para seu objetivo e, a partir daí, acompanhar o desenvolvimento das plantas para gerar clones daquelas com maior potencial de rendimento.

 

Luz

Outro fator importante para o desenvolvimento de flores vigorosas é a oferta de luz à qual a planta é exposta ao longo do ciclo. Além de atentar para o fotoperíodo mais adequado de acordo com cada fase de cultivo, é interessante que a planta receba o espectro ultravioleta (UV), e, para aumentar a produção de tricomas, o UVB é o mais importante — porém, deve ser usado com parcimônia, uma vez que é uma radiação nociva que estimula o aumento da proteção natural da planta (os tricomas), em excesso, pode causar danos irreversíveis.

Nem todas as opções de LED disponíveis no mercado possuem o espectro UV, então vale a pena pesquisar e ponderar o custo-benefício desta complementação de luz.

Podas constantes

Assim como a escolha da genética e a iluminação afetam diretamente o rendimento da colheita, podar a planta é importante para garantir que sua energia seja direcionada para a produção de flores. Sendo assim, a prática constante evita que folhas e/ou galhos menores demandem energia e, consequentemente, atrapalhem o desenvolvimento das inflorescências.

Várias técnicas de poda podem ser usadas, como a TOP, que consiste em cortar a ponta principal do galho, formando um nó, e a FIM, em que o corte ocorre no meio do galho, propiciando ainda mais ramificações. Outra técnica é chamada de SCROG, em que se usa uma tela para direcionar os cortes e garantir que os buds recebam a mesma intensidade de luz.

Timming

O momento certo da colheita determina tanto o rendimento quanto a qualidade do produto final. Para isso, é preciso analisar a maturação dos tricomas, o que pode ser feito usando uma lupa — de transparentes, os tricomas ficam na cor âmbar quando atingem o pico de maturação.

Dependendo do momento da colheita, o perfil de canabinoides e terpenos dos tricomas será diferente — não necessariamente melhores ou piores. Porém, se a colheita for feita muito depois do amadurecimento dos tricomas, existe o risco de degradação dos compostos. Por isso, é importante acompanhar essa evolução para saber em que momento colher.

Nutrição

Se o rendimento das flores passa por todos esses fatores, o fato é que a nutrição desempenha um papel fundamental no resultado da colheita, começando pela nutrição base. Isso por que, se a planta não tiver os micro e macronutrientes essenciais para seu desenvolvimento, as chances de obter o melhor rendimento ficam comprometidas.

Portanto, a escolha dos produtos e a dosagem correta para cada fase do cultivo, que abordamos em outro texto em detalhes (confira AQUI), é fundamental para garantir um resultado satisfatório.

Além dos nutrientes base, como o Master Grow A&B™ (para a fase vegetativa) e o Master Bloom A&B™ (para a fase de floração/frutos), para o desenvolvimento potencializado do cultivo, a suplementação pode ser feita, e é recomendada para atingir o maior rendimento: o Complex B+™, por exemplo, é uma ótima adição, pois, além de promover o crescimento da massa de raiz, ajuda na propagação de microrganismos do solo, com extratos húmicos e algas, e traz como resultado plantas mais saudáveis, ramificadas, com ótimo enraizamento e menos suscetíveis a situações de estresse, o que ajuda no desenvolvimento mais pleno de flores e frutos, além de adicionar mais carga de nutrição.

O uso do Speed Bud™ é recomendado durante a primeira e segunda semanas da fase de floração, pois acelera o processo metabólico e promove o fortalecimento de ramos, com a melhora na relação inter-nós, permitindo maior concentração de botões. A formação mais rápida de botões gera aumento do período de desenvolvimento floral, potencializando o rendimento e a engorda.

O Fat Nug™ foi especialmente desenvolvido para aumentar a densidade de flores e frutos, construindo a estrutura base para uma floração otimizada. O produto fornece fósforo (P) e potássio (K) demandados durante o ciclo, além de um rico suplemento de aminoácidos disponíveis para a atividade metabólica das plantas, o que aumenta a absorção destes elementos (P e K), garantindo mais produtividade ao longo da floração, bem como o fornecimento de derivados orgânicos, como cálcio, aminoácidos, carboidratos, ferro e magnésio.

Já o Candy Carb™ oferece os açúcares e carboidratos que a sua planta precisa para se desenvolver e para dar o impulso necessário de energia, mantendo uma alimentação plena de suas plantas e flores durante a etapa final do cultivo. Isso por que os açúcares e carboidratos também potencializam o desenvolvimento da vida do substrato, alimentando as bactérias benéficas presentes e garantindo a melhor absorção de nutrientes. Ao usar o Candy Carb™, você terá colheitas mais produtivas, com flores e frutos mais doces e saborosos.

O Dank Mag™, por sua vez, é um composto de magnésio premium de alta absorção, que contém extrato de cascas de crustáceos que, junto com o mineral, promove melhora substancial nas funções de fotossíntese, sistema de defesa e produção de resinas. É um ótimo aliado para a complementação de nutrição em sistemas de LED e Quantum Boards de última geração, que aumentam a demanda pelo elemento magnésio.

O Calbor Mag™ é um complemento versátil. Ao melhorar a absorção e equilíbrio de nutrientes, além de agir em deficiências específicas, pode complementar a fertilização de cultivos em coco, substrato que demanda carga adicional de cálcio por característica. O Calbor Mag™ possui cálcio, boro, magnésio e carboidratos em grande quantidade. Também pode ser utilizado como agente alcalinizante, por elevar o pH da solução em aproximadamente 1 ponto de pH por 1ml/litro. Além de atuar como agente de saúde e defesa da planta, também fornece magnésio adicional.

E, para dar um boost na reta final, o Last Mile é perfeito para potencializar o amadurecimento durante as últimas semanas do ciclo. Ele revigora a fase final de floração/frutificação e maximiza a produtividade através da adição de nitrogênio (N), além de doses mais altas de fósforo (P) e potássio (K).

Conheça toda a linha de produtos da Smart Grow Nutrients e garanta a nutrição ideal para obter os melhores rendimentos na sua colheita.

Como identificar sinais de deficiência nutricional?

Como obter o melhor rendimento na colheita?

Smart Grow responde cinco perguntas sobre nutrição mineral

Receba todas as últimas notícias e informações em seu e-mail uma vez por mês!